Comentários e opiniões sobre a actualidade nacional e internacional, económica e não só.
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008
Neste país ...
As últimas novidades neste país não deixam de nos espantar.

Educação
Professores, associações de professores, sindicatos, anda agora tudo às "turras". E porquê ? Porque os "srs. professores" pensavam que com a manif dos 100 mil estava o caso arrumado e já não haveria avaliações nem limitações nas subidas mantendo-se no essencial tudo na mesma. Os sindicatos percebendo que os portugueses já estão contra o corporativismo do "tudo na mesma" dos profs preferiram ceder algo a darem pontos ao Governo.

Emprego e greves
Somos o país que teve a originalidade de quando a Opel anunciou que provavelmente iria sair de Portugal por a fábrica não ser competitiva em termos de custos (devido às cedências a pressões sindicais dos anos anteriores), o melhor que os sindicatos fizeram na altura foi convocar greves dos trabalhadores da fábrica...

Agora o que temos ? Quando se procura flexibilizar uma lei do trabalho que parou nos anos 70 e que é a principal causa da proliferação de recibos verdes a CGTP com a cassete comunista do costume convoca manifs pela manutenção da actual lei que causa mais danos do que benefícios aos trabalhadores sendo apenas dogmáticamente "correcta".

Entretanto o jornal Oje fala de outros "exemplos".

. Os trabalhadores da Delphi, a negociar rescisões dado que a fábrica fechar, ameaçam "formas de luta mais rígidas" ... o que deve preocupar muito a Delphi que pode dar dessa forma apenas as indemnizações legais, bem menores.

. Os trabalhadores da Sisaqua em Sines querem manifestar-se contra a suspensão de 7 trabalhadores que davam faltas injustificadas. Ou seja, para estes iluminados o trabalhador deve poder "baldar-se" sempre que lhe apetecer e a empresa aceitar e mais nada.

Enfim ...

Folclóricos, marginais e terroristas
Entretanto no 25 de Abril grupelhos marginais que andam entre os punks, os rastas e os ocupas e que há alguns meses fizeram estragos na baixa de Lisboa associados a terroristas como os que destruiram um campo de milho há poucos meses querem manifestar-se contra a "agressão policial". O que se espera destes grupelhos marginais ? Vão provocar e causar destruição em Lisboa para serem, e bem, perseguidos e punidos pelas forças policiais e assim poderem vitimizar-se. Esperemos que as nossas autoridades estejam à altura e ponham estes grupelhos de delinquentes na ordem.


publicado por HomoEconomicus às 19:43
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

A bofetada de luva branca...

Por cá e por lá depois da...

A verdade dos factos

Facilitismos

O Tratado de Lisboa. O Te...

Racismos, xenofobias e ou...

Os combustíveis e a demag...

O Estado da Economia

Por cá e por lá, felizmen...

Justiça Desportiva

arquivos

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds