Comentários e opiniões sobre a actualidade nacional e internacional, económica e não só.
Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2007
O Tratado de Lisboa e o referendo

Por cá começa o alarido de alguns, como já aqui referi nacional-socialistas (nazis), comunistas, esquerda folclórica e alguns que precisam de ser polémicos para terem tempo de antena para sobreviver, sobre referendar o Tratado de Lisboa.

 

Alguns comentários...

 

. Em Portugal os referendos são uma perda de tempo e dinheiro. NUNCA foram vinculativos porque nunca votaram sequer 50% dos portugueses por muito que nas sondagens a maioria diga que quer referendo, desde que às urnas vão os outros.

 

. Servem de tempo de antena a ideologias extremistas que depois na desonestidade que lhes é característica costumam juntar a abstenção ao resultado que for mais conveniente para dizerem que "o referendo 'mostrou' que ..." quando na realidade o número de votantes na sua "causa" pouco mais é que o número de eleitores telecomandados que têm noutras eleições.

 

. Servem para descredibilizar a democracia parlamentar, procurando dar relevo à populista "democracia directa", o primeiro passo para a implantação de ditaduras. Um líder autoritário e uns referendos qb que substituam "chatices" como eleições ou oposições parlamentares. Quem votou por exemplo PSD ou PS sabe perfeitamente que estes partidos apoiam o Tratado Europeu, não precisam de referendar o óbvio.

 

. Sobre o tema de os referendos serem um potencial passo para a ditadura leiam o livro de ficção "Darkest Days" (Stanley Gallon) onde se descreve como uma democracia pode resvalar para uma ditadura. Eliminação do Senado e Congresso ("parlamentos" dos EUA), a desculpa de "condições" que impedem convocar novas eleições, referendos para contentar a população que pensa ser mais participativa ... uma ditadura.

 

. No dia do Tratado lá veio a CGTP/PCP com a sua manif contra o mesmo. Se tivessem conquistado o poder em 75 tinhamos entrado na Comecon,  mesmo no Pacto de Varsóvia e ai de quem contestasse ou tentasse manifestar ... Em Portugal são governos eleitos e que todos sabem ser pelo Tratado que o defendem.

 

. Na AR lá vem o BE/PCP + a "irreverente" JS pedirem o referendo, enquanto o CDS quer ver onde param as coisas ...  Mas cómico é o PCP, através do "democrata" Bernardino Soares, aquele que considera a Coreia do Norte uma democracia onde é bom morrer (desculpem, viver), não só pedir o referendo mas ter já a pergunta feita ...

 

E qual é a pergunta ?

 

"Aprova o Tratado Reformador que altera o Tratado da União Europeia e o Tratado que institui a Comunidade Europeia?”

Pergunta simples como se vê. Para se responder terá que se conhecer os 3 Tratados, o último e o que alterou em relação aos outros. Ou seja, no fundo uma questão que faria com que provávelmente os que votavam eram os telecomandados comunistas, o que lhes daria uma "vitória" de perto de 100% e poderem depois dizer que o "povo" está contra o tratado.

 

E é esse o objectivo. Uma palhaçada de questão para uma palhaçada de referendo para poderem destilar o que toda a gente sabe. Com o PCP no poder não haveria referendos ao Tratado porque não estariamos na UE mas sim nalguma "aliança de irmãos" com Cuba, Bolívia, Venezuela (de Chavez claro), Coreia do Norte, Líbia, e ditaduras similares.

 

Alguém duvida ?

 

Para acabar se quiserem referendo, façam-no. Tempo e dinheiro perdidos, tempo de antena a extremistas e folclóricos. Mas OK, é isso que é um referendo. Mas depois deixem-se de interpretações desonestas,  de aldrabices. Cinjam-se aos resultados TAL e QUAL eles são. E se a vitória for da abstenção tirem a conclusão óbvia. Os portugueses NÃO queriam referendo.

 

Mas já sei, pedir honestidade a alguns é pedir Sol na eira e chuva no nabal. Impossível.

 

 

 

 

 

 



publicado por HomoEconomicus às 09:57
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

A bofetada de luva branca...

Por cá e por lá depois da...

A verdade dos factos

Facilitismos

O Tratado de Lisboa. O Te...

Racismos, xenofobias e ou...

Os combustíveis e a demag...

O Estado da Economia

Por cá e por lá, felizmen...

Justiça Desportiva

arquivos

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds