Comentários e opiniões sobre a actualidade nacional e internacional, económica e não só.
Segunda-feira, 23 de Abril de 2007
Eleições Francesas
Realizou-se a primeira volta das eleições francesas.

Sarkozy, que apesar de tudo parece ser o que tem uma ideia mais coerente para a França venceu a primeira volta e provávelmente será o próximo Presidente da República.
Europeista convicto o que é sempre uma boa notícia.

Royal em segundo lugar. O surrealismo do que pretendia para a França levou a fuga de muitos votos dado que no séc. XXI já todos perceberam que não se faz omoletas sem ovos.
Queria entre outras coisas aumento de 19% do salário mínimo, proteccionismo prejudicial ao próprio pais, desejo de influenciar  políticamente um Banco Central Europeu que se quer independente e outras ideias "originais".

No fundo o desejo do socialismoarcaico de mais e mais Estado, mais e mais despesa,  e depois quem pagava eram os  contribuintes franceses os custos directos e indirectos da implosão económica que aconteceria. E nós também.

Bayrou. Uma lufada de ar fresco da diferença, embora com poucos alicerces. Ficará com peso negocial nas próximas legislativas.

Le Pen. O grande derrotado. Os apaniguados da extrema-direita em todo o mundo imaginavam tendo em conta as últimas eleições presidenciais que a tendência seria sempre a subir, que os "amanhãs que cantam" da extrema-direita seriam impossíveis de travar. E os tumultos dos últimos anos, nos suburbios de Paris e não só, pareciam ser o que era necessário para a marcha vitoriosa. Foi antes uma derrota que matou políticamente Le Pen.

Estes resultados demonstraram o que já se sabia. A extrema-direita não consegue votos pelos seus méritos mas apenas quando existe demérito dos restantes, como voto de protesto e pouco mais. Tal aconteceu nas últimas eleições contra os arcaicos e desgastados Chirac e Jospin. Se existem alternativas, a extrema-direita cai.

Assim como é sabido que quanto maior a percentagem de votantes numas eleições menor a percentagem de votos nas facções extremistas. Fácil de perceber porquê.


publicado por HomoEconomicus às 00:21
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Portugueses Irritantes a 23 de Abril de 2007 às 15:58
Vejam:

http://portugueses-irritantes.blogspot.com

e ajudem a escolher o português que será considerado o mais irritante de todos para os seus próprios compatriotas.

Participa!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

A bofetada de luva branca...

Por cá e por lá depois da...

A verdade dos factos

Facilitismos

O Tratado de Lisboa. O Te...

Racismos, xenofobias e ou...

Os combustíveis e a demag...

O Estado da Economia

Por cá e por lá, felizmen...

Justiça Desportiva

arquivos

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds