Comentários e opiniões sobre a actualidade nacional e internacional, económica e não só.
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007
Mudanças
O fim-de-semana apresentou as mudanças no PSD.

Um partido liderado agora com uma matiz mais liberal e simultâneamente podendo deslizar para o populismo.

O que se viu em geral ?

. O "novo" PSD prepara-se para deixar de parte o referendo ao Tratado Europeu (se este se confirmar) e  pedir  a médio prazo novo referendo à  Regionalização. Ambos estes pontos sem confronto com o PS.

. Prepara-se para pedir menos Estado e mais privatizações na Saúde e Educação.

Por outro lado deixa pistas de populismo, ou seja, atacar ou defender conforme o que se acha mais conveniente eleitoralmente sem qualquer coerência.  Estranho será  ver Menezes junto às escolas a defender os desvarios da Fenprof ou junto às pseudo-urgências dos Centros de Saúde a pedir que não fechem, e ao mesmo tempo a defender maior privatização destes sectores.

A ver vamos ...

Por outro lado temos a "aliança" com Santana Lopes, com este a ir procurar na AR defender o seu governo, claro está, voltar a discutir o passado.

Será isso vantajoso ou contraproducente ? Quererão os portugueses ver novamente ligado a um Governo alternativo quem foi derrotado nas eleições oferecendo a primeira maioria absoluta ao PS ?

Menezes já começou a colocar em causa os 6% de défice do governo de Santana Lopes, o qual foi calculado por uma equipa semelhante á que calculou o descalabro do défice de Guterres, tendo ambos os défices sido confirmados pelo Eurostat.

É esta a melhor forma de oposição do PSD, voltar a defender um passado pouco meritório mesmo para muitos no PSD ?

Para finalizar, diz-se que a nova liderança defende maior autonomia dos Açores e Madeira conforme vontade dos dirigentes insulares.

Também defendo claro, DESDE QUE maior autonomia política corresponda a maior autonomia financeira, ou seja, que o Continente deixe de financiar "autonomias" e utilize as verbas para um maior desenvolvimento do próprio Continente.

Em suma, ainda tudo muito nebuloso com alguns avanços e recuos da nova liderança conforme as pressões das várias tendências do partido.

tags:

publicado por HomoEconomicus às 20:06
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

A bofetada de luva branca...

Por cá e por lá depois da...

A verdade dos factos

Facilitismos

O Tratado de Lisboa. O Te...

Racismos, xenofobias e ou...

Os combustíveis e a demag...

O Estado da Economia

Por cá e por lá, felizmen...

Justiça Desportiva

arquivos

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds