Comentários e opiniões sobre a actualidade nacional e internacional, económica e não só.
Domingo, 8 de Julho de 2007
Educação
Exames
Alguma melhoria na Matemática mas ainda muito por fazer, e necessidade de melhoria na Física e não só.

Ridiculo o que parece que alguma "associação" de profs de matemática afirmou. De comunicados de "exame difícil" no dia em que foi feito, a "exame fácil" depois de conhecidos os resultados, apenas parece demonstrar que mais que interesse na matemática a "associação" tem mais interesse em objectivos políticos.

40.000
Os sindicatos comunistas decidiram folclóricamente fazer uma acção de rua por causa dos "40.000 professores desempregados".

Devem pensar que os portugueses são estúpidos.

1. Muitos milhares destes tiraram a licenciatura com base no facilitismo (desculpem, "vocação") e fuga à matemática. Depois, na falta de saberem fazer alguma coisa de jeito, tentaram ser professores. NÃO são "professores desempregados", NUNCA foram professores sequer. São apenas licenciados sem aptidões para o mercado de trabalho.

2. Parece haver nesta gente o dogma que no caso dos professores o Estado é OBRIGADO a arranjar-lhes emprego. Caso único em termos de profissões e único no mundo se tal acontecesse. Ah, talvez em Cuba tal aconteça. Por isso vê-se o nível de vida dos profs cubanos... quem quiser pode emigrar para lá.

Para esta gente é  fácil, tira-se o curso que menos chatices der e depois o Estado que dê emprego como professores.

Coitados, como estão enganados.


publicado por HomoEconomicus às 11:43
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Coldfinger a 17 de Julho de 2007 às 20:24
Já agora... algum cuidado com as generalizações não seria mau. A maioria dos Professores são-no de facto. Ou será que devemos generalizar e dizer que todos os Economistas são maus, todos os Advogados são maus, todos os Médicos são maus, etc... e só alguns é que escapam? Sabemos TODOS muito bem como é que se tiram também estes cursos em algumas universidades privadas deste país!... e já agora uma correcção: todas as palavras terminadas em -mente, não são acentuadas! (Por uma melhor escrita)


De HomoEconomicus a 17 de Julho de 2007 às 21:00
Claro que os professores não são todos iguais. Os sindicatos é que dão a entender que sim, e todos "excelentes" claro. Veja-se como ainda hoje resmungam com o facto natural em qualquer profissão de nem todos poderem chegar ao topo.

Mas como nem todos os professores são excelentes, a situação actual apenas prejudica os que o são ao nivelar-se pela mediania.

Talvez seja altura de muitos professores invocarem o seu direito à diferença no sistema de ensino.

Porque se os maus profissionais oriundos do ensino privado ou mesmo público, acabam no sector privado mais cedo ou mais tarde serem compensados apenas à altura da sua "competência", ou mesmo ficarem desempregados, está na altura do mesmo acontecer no Estado.

Quanto ao "mente" tem razão, talvez seja problema da idade :)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

A bofetada de luva branca...

Por cá e por lá depois da...

A verdade dos factos

Facilitismos

O Tratado de Lisboa. O Te...

Racismos, xenofobias e ou...

Os combustíveis e a demag...

O Estado da Economia

Por cá e por lá, felizmen...

Justiça Desportiva

arquivos

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds